Seguindo os sonhos

13.10.12

Sou da capital (Lisboa – Portugal). Nasci, cresci e estudei lá. Quando terminei o ensino superior saí de lá, pois meu sonho era trocar o stress pelos ares e simpatia do norte de Portugal.


Hoje, após pouco mais de 4 anos ainda não consegui me adaptar verdadeiramente. Em Lisboa pouco andava de carro, pois dentro da cidade temos todos os acessos impecáveis por transporte público. Um passe dava pra tudo o que eu precisava, e os custos e confusão e trânsito da cidade eram infernais fazendo de carro. Aqui onde estou agora é tudo diferente. Ainda hoje pensava em tudo que me moveu pra cá, nos amigos que acabei por “perder”, nos círculos pequenos da cidade onde estou e em como é difícil verem-me como alguém parte de cá, ainda sou considerada “de fora”, meio intrusa/estrangeira, os acessos são fraquíssimos, não consigo praticamente andar sem carro a não ser em distâncias muito pequenas mesmo.

Talvez por não saber bem o que é ter uma família sinto falta de tanta coisa que para mim já era “familiar” lá. Ao mesmo tempo, estou feliz por ter seguido um sonho, por estar a vivê-lo e ainda por me permitir não ficar apenas por um limite. Arriscar faz-nos ter decisões mais sólidas daquilo que queremos ou achavamos que queríamos.

You Might Also Like

2 comments

  1. Oi, eu descobri seu blog faz pouco tempo, sou do Brasil, me chamo Beatriz e estou adorando ler seus textos.
    Estou lendo as mensagens antigas. Adoro escrever e ler, por isso me identifico bastante com o que escreve. Parabéns pelo blog e não deixe de escrever, é muito gostoso ler.
    Estou começando a apreciar essa vida mais minimalista, porém confesso que no começo, não é fácil se desapegar de tantas coisas.
    É um treino diário, porém noto grandes mudanças já.
    Beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho Beatriz! Os resultados deste tipo de vida são muito cativantes!

      Eliminar