Reparando nas caixas que não são abertas

23.4.13

No ano passado, durante os meses de Julho e Agosto, fiz um daqueles destralhanços que incluiu consideravelmente tudo, incluindo roupa que doei na época à Caritas.

Porém ficou alguma roupa na garagem... "Coisas de miúda" e da casa onde cresci. Na altura pelo carinho que tinha às memórias, e também pela prioridade em destralhar a casa o quanto antes, nem dei tanta atenção à garagem e deixei tudo em uma caixa.

Hoje verifico que não voltei mesmo a mexer na caixa. Os sapatinhos da primeira comunhão, a alcofa de bebé e mais aquela saia ou a farda dos concertos do coro... Não inúteis hoje. E estão a apanhar humidade...


Orientei tudo para sacos, incluindo mais umas peças de roupa que tinha em casa, destralhando um pouco mais o que já estava destralhado... E já doei.

Assim nem dá para ter grande ideia, mas fiquei mesmo com mais espaço na garagem!


You Might Also Like

0 comments