3 técnicas para manter a sua agenda organizada

15.1.14


Quando a sua agenda não dura mais do que 15 dias organizada alguma coisa não está bem. Isto sempre acontecia comigo, apesar de me sentir atraída e apaixonada por agendas e por organização pessoal. A verdade é que ela não durava. Passado! Felizmente descobri meu antídoto:

Verifique o lugar da sua agenda
A minha anda comigo na mala do portátil ou então na gaveta da mesa de cabeceira (para eu rever as coisas à noite sobretudo ao fim de semana). Este simples gesto induz a lembrar-me e a tê-la sempre à mão para qualquer coisa mínima, seja a lista de compras, uma despesa ou mesmo a escrita da minha gratidão no fim do dia. Deste modo, esteja eu esquecida ou preguiçosa, é mais fácil actualizá-la.

Defina o que quer realmente apontar nela
Antes eu sempre queria apontar um monte de coisas na agenda, a maior parte nem chegavam a teletransportar-se da minha cabeça para o papel... mas hoje já me conheço! Tenho cada espaço muito bem definido: qual o tema, o tipo de tópico ou de conteúdo... e sinceramente um dos meus trunfos foi manter-me focada em "não perder tempo" com a agenda (às vezes perdemos demasiado tempo organizando e preenchendo que só fica a coisa do momento, isso me desmotivava muito a um nível inconsciente...). Então aprendi a selecionar e a valorizar o que deve ser apontado (principalmente o que se torna realmente útil). 

Inclua algo que motive a pegar nela todos os dias de um modo positivo!
Ter muitas tarefas pode tornar-se maçador ou transformar a agenda em algo que lembra trabalho, funções e responsabilidades. Desse modo você afasta a sua agenda só através do pensamento! Assim sendo, eu criei uma área de gratidão pessoal e comprometi-me a refletir nela todos os dias! Não é trabalho, mas um objetivo pessoal, no qual estou muito dedicada e me tem feito imensamente bem. Lembrar e escrever o melhor momento do meu dia é um momento "bonito" que partilho com a minha agenda.

Hoje completo 15 dias que comecei a utilizar a minha agenda e sinceramente nunca senti uma assim tão útil, motivadora e prática. Eu não sou especialista nem fiz nenhuma pesquisa sobre o assunto, mas desde que a construí à minha medida descobri "a chave" que resulta comigo! 

Quero agradecer em especial à Joana Rebelo pela inspiração para este post. O seu comentário num grupo que frequento levou-me a tentar decifrar esta minha relação repentinamente positiva com agendas!


You Might Also Like

3 comments

  1. Adoro agenda de papel e gosto de tê-la sempre comigo. Este ano, estou usando apenas uma que está servido de agenda para compromissos, para anotar gastos, para escrever pensamentos e emoções do dia e tudo o mais que for surgindo. Tem funcionado bem. Antes eu mantinha várias e não dava certo.
    Gostei muito da sua ideia de criar uma área que motive o uso da agenda, o momento de gratidão! Obrigada querida.
    bjs :)

    ResponderEliminar
  2. Olá amiguinha venho eu aqui passado um ano e tal e fazer o que??? Buscar de novo uma "cópia " da tua maravilhosa agenda que muito me ajudou e eu por pura preguiça deixei de a usar. Depois de tentar muita coisa desde o ano passado que tentei experimentar de tudo um pouco voltei de novo para a minha velha e fiel agenda by Fátima Teixeira =) a vida tem destas coisas e só quero agradecer IMENSO por ma teres mostrado e desenhado à medida! Beijoca

    ResponderEliminar