Balanço do 1º trimestre de 2014

12.4.14

Está fazendo agora um mês e meio que fiquei um pouco ausente do blog. Muitas mudanças têm acontecido e apesar da minha palavra para este ano ser Kaizen (mudança para melhor de modo constante) eu não programei nem metade de tudo o que tem acontecido! De qualquer modo, numa vertente mais pessoal posso partilhar que criei novos hábitos e consciencializei-me de outros:

- nunca procrastinei tão pouco como agora. A minha motivação e força de vontade por ter uma vida melhor, mais feliz e saudável, tem sido o rastilho e o combustível para manter-me regular já há muito tempo. O facto de estar a investir em trabalhos que adoro e que eu sinto que faço bem influencia bastante também.

- com a ajuda do programa Sea Change do Leo Babauta desenvolvi uma sensibilização e gosto pelo exercício. Ao invés de ser uma obrigação ou um desejo de criação do hábito do exercício, comecei realmente a gostar de fazer exercício (sobretudo bicicleta enquanto vejo um pouco de tv) e a querer usar  uma parte do meu tempo com essa atividade que eu "gosto".

- Cada vez mais uso a internet para atividades profissionais e disponho o meu tempo livre para outras coisas  que eu adoro mas fora do mundo virtual. Como sou muito curiosa e sempre gostei de como a internet tem [quase] "tudo" comecei a habituar-me a usá-la durante muitas horas por dia. Por exemplo, à noite antes de ir deitar lá passava para consultar emails, ler algum artigo, ver novidades... porém alguém me apanhava no chat, depois ficava vendo uns videoclips e quando dava por isso a cabeça não tinha descansado, as horas tinham passado e para além de sentir que a regularidade disto me dava uma sensação de desperdício de produtividade, apercebia-me que não me relaxava assim tanto nem me fazia assim tão feliz. O meu blog sofreu um pouco com esta minha ausência da internet, bem como os blogs que eu lia com regularidade.


Perspetivas:


Estou consciente que o nosso empenho e dedicação naquilo que queremos deve ser constante e regular. O erro é permitirmo-nos esquecer do nosso foco, sonho ou desejo. Neste momento eu sei o que quero, e por muito abstrato ou cliché que seja "querer uma vida melhor", tenciono seguir essa orientação e manter-me atenta!

You Might Also Like

2 comments

  1. parece que estás a conseguir o objectivo de ser feliz e melhor! fico feliz :) mas vai dando um tempinho ao blog também :)
    ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é um equilíbrio entre tudo que me traz essa felicidade... obrigada!

      Eliminar