Tempo para fazer nada

17.11.14

Já nos habituamos a viver uma rotina drástica na qual damos atenção para tudo ao nosso redor: a família, o trabalho, as tarefas domésticas, os problemas... Muitas vezes assorbamo-nos mesmo de atividades com o intuito de "beber para esquecer". Outras, esquecemos simplesmente que no meio desse mundo existe um "eu".


Aproveitando a fase sem internet/televisão aproveitei para parar e preparar o novo ciclo que está se aproximando. Confesso que estava com um pouco de medo de pensar demais (há sempre aquele momento "overthinking") mas me surpreendi. Fazer nada é o melhor para este momento específico.

Com todos os electrónicos desligados, a chuva e alguns pingos de trovoada, fiz um chá. Por um momento parece que estava fazendo uma pausa na minha vida (tal como nos videojogos). Aquela ideia do tempo estar a passar muito rápido esvai-se. Apreciamos mais os pormenores, os sons, a comida, os amigos, a situação... Relembramos o que realmente é essencial em nossa vida e o que nos faz sorrir. 

A televisão não controla o nosso estado de espírito. A internet não come o tempo do dia que sobra. Nada nos lembra o problema no trabalho. Quer saber? Sem facebook mais rápido lembro as pessoas que eu quero constantemente na minha vida.

Mais interessante ainda, eu sou o tipo pessoa que está sempre fazendo algo. Não consigo ficar sem trabalhar, nem mesmo desempregada! Mas isso não invalida aquele momento do dia em que paro, fecho os olhos e respiro. E ainda agradeço cada pormenor do dia sorrindo.


You Might Also Like

1 comments

  1. Em meio a tantos afazeres e a dedicação a uma outra pessoa, é possível parar, e apreciar uma xícara de chá, como se o tempo parasse e o andamento e a respiração sejam profundos. beijos amiga

    ResponderEliminar