O diário da minha vida profissional

11.3.15

Em Janeiro a minha professora pediu que comprasse um diário. As regras eram simples: escrever nele todos os dias úteis (de 2ªf a 6ªf) o que quiséssemos.

Podíamos escrever algo que teríamos gostado muito nesse dia ou uma reflexão sobre uma citação trabalhada na aula. "Não se preocupem com a gramática", disse ela, uma vez que estaríamos escrevendo em inglês. "Concentrem-se no conteúdo e nos vossos pensamentos".

A intenção era tornar-nos conscientes de nós mesmos, do nosso propósito de vida, do emprego que nos fará "não trabalhar" mas sim sentir prazer. Todas as 6ª feiras ela iria ler, deixar alguma anotação e marcar na nossa avaliação se tínhamos cumprido o desafio diário. Além disso estávamos treinando a escrita em inglês.

Eu comecei de um modo muito soft. Senti que refletia mais sobre cada coisa do meu dia. E as reflexões feitas em casa num momento de paz trazem ideias novas.

O diário da minha vida profissional

O meu diário dizia "Lembre-se, ideias tornam-se coisas". Por vezes eu desenvolvia tópicos da aula relacionados com negócios. Outras eu tentava conciliar a aprendizagem com os objetivos na minha vida. Em muitos momentos senti clarificação.

Comecei a sentir-me envolvida e a querer saber que anotações a professora iria apontar. Até coisas simples que eu escrevesse ela fazia alguma perguntinha "o que isto significa para ti?", "porquê?", "sentes que partilhas os mesmos valores que esta matéria?" ou "está isto de acordo com as tuas prioridades?". Em um ou outro momento ela simplesmente escreveu "a missão da tua vida"...


Duas lições ao escrever um diário sobre a sua vida profissional


1. Hoje olho para cada uma das minhas entradas no diário e realizo como tem ajudado a conhecer-me melhor no aspecto profissional e como tem me conectado com a vida. Citações sobre arriscar, viver, escolher, sucesso ou confiança acompanham-me cada vez que releio uma dessas páginas.

2. Ter alguém que lê o nosso diário pode ser muito interessante. Esta semana mudei de professora, sendo que este era um projecto só da outra professora. Sinto saudades imensas de quando ela lia o meu diário e fazia aquelas pequenas anotações.

Escrever alivia, associa as ideias, nos faz conhecer melhor e permite vivermos determinadas experiências noutro nível quando refletimos nelas. Ter um diário da vida profissional é sem dúvida um projecto que aconselho!


You Might Also Like

1 comments

  1. Só ideias boas :) primeiro o vision board e agora um diário para a vida profissional! É uma boa ideia para quem vai começar agora num novo trabalho!
    Beijinhos Fátima e obrigada por estas partilhas inspiradoras!

    ResponderEliminar